Ivan Pedreira, baixista, compositor, cantor, e também produtor, lançou o seu primeiro álbum “Fuzamiura”.

Apesar deste ser o seu primeiro trabalho de originais como compositor e vocalista, no seio da família onde nasceu e cresceu, em Sintra, a música foi sempre uma constante. Já o pai, em Luanda, tinha sido vocalista da banda “Brucutus”, tendo acabado naturalmente por transmitir aos filhos essa paixão pela música.

O Ivan começou a tocar baixo por volta dos 13/ 14 anos, para se juntar aos seus irmãos que já tocavam: um tocava bateria e o outro tocava guitarra e cantava. Cedo percebeu o caminho que queria seguir e nunca lhe passou pela cabeça optar por qualquer outra profissão, pelo que ser músico foi uma evolução natural, e que lhe permitiu, durante a adolescência, não ter de enfrentar escolhas difíceis.

“A música na nossa casa era uma constante diária, e a nossa porta estava sempre aberta para família, amigos e vizinhos, fazendo dela uma casa sempre cheia, e cheia de animação. Através da música reuníamos muita gente. Era a nossa forma de comunicar e de partilhar”.

Por volta dos 15 anos começou a tocar em público na banda “Avalanche”, banda formada com os irmãos e irmãs, com a participação esporádica do pai e de um tio, atuando em todo o tipo de festas e eventos, desde festas de aniversário e sempre que amigos lhes pediam, até grandes concertos da zona onde moravam, entre o Mucifal, Colares e Sintra.

Alguns anos mais tarde resolveram seguir cada um o seu rumo e nos anos que se seguiram, enquanto baixista freelancer, o Ivan tocou com muitas bandas e nomes reconhecidos do panorama musical português, tanto ao vivo como em estúdio. É ainda fundador da marca Arte dos Sons, direccionada para a composição, produção e ensino.

O baixo tornou-se naturalmente uma paixão para a vida, uma forma de exprimir o que lhe vai na alma, de comunicar com os outros, e um modo de devolver ao mundo tudo o que de bom tem para dar .

“Não estamos nesta vida por mero acaso. Existe uma razão, uma mensagem, um ensinamento, algo que se não for partilhado, morre em nós”. E assim nasceu este projeto a solo, “Fuzamiura”, um disco que transmite uma mensagem forte, maturidade e muita honestidade: todos temos valor, todos temos algo que nos faz andar para a frente, que nos faz acordar, sonhar e acreditar!

optimizado por orangedesign.pt